Não está fácil...

Entrei numa fase de ler blogs de minimalismo e admirar esse estilo de vida que tem o suficiente, mas não o exagero.
Hoje em dia é fácil ter excesso de itens no guarda-roupa: as fast fashion nos brindam com várias coleções especiais interessantes ao longo do ano e, além disso, rotineiramente com as últimas novidades da moda. Se formos atrás das novidades, compraremos roupas toda semana, correndo o risco de comprar modinha, acabamentos mal feitos, tecidos sem qualidade e ainda cópias e mais cópias descaradas.

Aí você pensa: "ao invés de ir às fast fashion vou optar por roupa boa; vou gastar mais, comprar menos, mas vou ter algo durável e de qualidade".
Gente, olho aberto. Nome, marca e preço não são mais certeza de boas peças. Tem lojas caras que estão com qualidade muito aquém do preço que elas cobram. Quer ver?
Ou alguém acha cabível comprar uma calça por R$697 (R$297 na promoção) com esse nível de acabamento? Nem para terem o cuidado básico de fazer a costura alinhar o desenho da trama! Com esse nível de erro atrás eu não colocaria essa calça nem para usar em casa. [e é da Osklen, viu?]

Talvez a opção pelo minimalismo seja mesmo a melhor solução nos dias de hoje. Ao comprarmos pouco vamos nos ater mais ao nosso estilo pessoal do que ao que está sendo ditado como moda, e vamos escolher melhor, com mais calma, o que levar para casa.
Está difícil ser feliz com a moda...

Comentários