Numa boa na terceira idade

Quando minha mãe era bem moça fez uma viagem de meses aos EUA da qual sempre se recorda. Veja, estamos falando de 60 anos atrás. Entre as muitas coisas que achou diferente daqui, comentava o quanto as idosas americanas se arrumavam e saíam à rua, num tempo em que nossos velhos não tinham representatividade alguma fora de suas casas.

Hoje, no shopping Higienópolis, vi inúmeras senhorinhas arrumadas, em grupos de três a seis amigas, sentadas na Doceria Cristallo tomando lanche e jogando conversa fora.

Gente, que gracinha! Com é bom ver que, apesar dos 60 anos de atraso, finalmente nossos idosos estão ganhando as ruas e se sentindo merecedores de ocupar lugar ao sol.
É isso que eu quero para mim: envelhecer com dignidade, com amigas, com autonomia para passear, para passar uma tarde gostosa num café.
Ainda bem que, finalmente, também estamos vendo disso por aqui.

Comentários