Kondo / Organizando os Medicamentos

Fazendo uma providencial pausa do mundo dos papéis (documentos, contas, notas fiscais, etc.), que são de longe a coisa mais chata a se organizar, encarei o armário de remédios.
Como vocês sabem, medicamentos têm que ficar em local seco, de preferência protegidos da luz, e fora do alcance de crianças. Ou seja: o gabinete do banheiro NÃO é local para remédios.

Sugestões:
1- Dentro de uma gaveta fechada à chave, se você tem crianças, ou
2- Em um móvel em local fresco, com portas para que eles não tomem luz.

Fato é que, ao estarem bem guardados, a gente pouco se lembra de organizá-los. E as minhas caixinhas estavam assim:
Apesar de originalmente eles estarem separados por função [antigripais, analgésicos, uso tópico, uso gástrico], depois de vários meses sem olhar para eles o resultado era uma bagunça, muita coisa misturada.

Primeira providência: conferir validades. 
E vocês não têm ideia de como tinham produtos vencidos! Até porque as validades são estampadas nas caixas em caracteres pequenos e sem tinta, ou seja, se você não estiver particularmente procurando por essa informação, ela passa batido sem que a gente a veja.
Para evitar que isso ocorresse novamente [pelo menos no futuro próximo], marquei a canetão as validades em cada caixa ou blister. Assim:
Agora ficou bem fácil de controlar!


Segundo passo: separar por tipo de medicação.
As categorias que uso são as citadas acima mas, como isso depende muito do tipo de remédios que são mantidos em casa, cada situação é única. No entanto, não deixe de triar em categorias, pois isso auxilia na hora de buscar a medicação e também na hora de ver se algo está faltando.

E após o expurgo as caixinhas voltaram para o armário bem mais leves:
[sinal de que tinha MUITA coisa vencida. #medo]

Viu só? É rápido e indolor, não toma mais de uma hora e pode fazer muita diferença quando precisarmos de nossa Farmacinha.
Sugestão: use uma lupa para ler as validades criptografadas, tem umas que são super difíceis de decifrar.   :D

Comentários