Kondo / Organizando o conteúdo da bolsa

Um item que criou bastante polêmica do livro de Marie Kondo [este livro aqui] é o capítulo em que ela fala que devemos esvaziar nossas bolsas todos os dias.
"A finalidade de uma bolsa é transportar suas coisas quando você está fora de casa." [sic]

Li críticas de que isso era perda de tempo ou que não fazia sentido. No entanto, esse é um hábito que tenho desde sempre e acho muito bom.
"Caso não desenvolva o hábito de esvaziar sua bolsa diariamente, é provável que acabe deixando algo dentro dela quando for usar outra." [sic]  {é verdade!!!}

Como confessa colecionadora de bolsas, normalmente escolho-as de acordo com a roupa colocada e quase nunca uso a mesma por dois dias seguidos.

Daí que aos poucos me organizei da melhor forma para que essa troca fosse fácil e eficiente. Duas nécessaires são suficientes para a organização de bolsas no dia a dia.
No início colocava tudo que retirava da bolsa do dia em uma caixa de papelão [aliás, essa é a sugestão da Kondo]. Atualmente meu método das nécessaires mostrou que demanda menos espaço de estocagem e é mais organizado. Como está funcionando perfeitamente, seguem as dicas.


O que carrego diariamente na bolsa
Documentos e chave do carro; carteira de dinheiro; chaves de casa; cartões; nécessaire com documentos pessoais e algumas coisinhas úteis; celular [que não está na foto porque está tirando a foto ;) ].
Como podem ver, é tudo miniaturizado.
 A carteira dourada é uma Kate Spade super compacta e, ainda assim, tem lugar para moedas.
 Os cartões de Banco [só uso 2] ficam num envelope pequeno e fininho, acrescido do cartão fidelidade Starbucks 
[desta feita entreguei meu vício, né? :D]
Só o chaveiro é de um tamanho um pouco maior que o habitual, por conta das chaves de casa - que são enormes.

E dentro da nécessaire pequena [11 x 17cm] temos:
Envelope plástico com lenço umedecido, fio dental, remédios de uso eventual; mini embalagem de lenços de papel; espelhinho [fino e sem tampa]; cartão plano de saúde, condomínio, documento de identidade, carteira de habilitação, xerox dos documentos dos filhos; caneta; batom.

Não vejo necessidade de levar mais nada para uma saída de casa rotineira. Todos esses itens depois vão da bolsa direto para a nécessaire rosa grande, onde ficam armazenados até o próximo uso.

Já o conteúdo da segunda nécessaire desse conjunto (a laranja) é meio opcional e por isso costumo apenas deixá-la no carro, no bolso da porta do motorista. Contém:
Luvas para dirigir [#frescurinha]; carregador externo de celular [que ganhei do e-commerce OQVestir]; um batom com boa cobertura; carregador de celular para plugar no carro; pente; fita especial para proteção dos pés; lixa de unhas {e às vezes adiciono um alicate de unhas}.

Todas essas coisas são boas para se ter à mão, mas não precisam ficar fazendo peso na bolsa, pois o uso é esporádico. Estando no carro já é o suficiente.


Agora um detalhe importante
O local onde você vai armazenar suas nécessaires, ou sua caixa de itens, deve ser de facílimo acesso. Escolhi para as minhas uma prateleira imediatamente acima do computador. Ou seja: não dá para esquecer!
Com isso troco de bolsa com imensa facilidade. E, de quebra, ainda evito o acúmulo de papéis [notas-fiscais, recibos, comprovantes do cartão] e outras miudezas [moedas soltas, balas, etc.] que facilmente criam "casa" no fundo das bolsas entre uma saída e outra.


Espero que tenham gostado e que o método dê certo para vocês também!

Comentários