Must have!

Falando sobre hábitos antigos da blogosfera que gostaríamos que tivessem desaparecido, há, além do publieditorial disfarçado de "dica de amiga", as indicações de itens "Must Have". Como o imperativo já diz, essa frase é usada para indicar coisas que você, teoricamente, TEM que ter.



 Gente, cadê escolha, individualidade, livre arbítrio?

É claro que blogueira tem que dar opinião, é para isso que escrevemos, para dizer algo sob a óptica pessoal. Mas impor compras? Mais cruel ainda é quando isso é feito por blogs que alcançam muita gente, pesssoas que confiam neles.
Então, lembrete: Tem que ter não significa nada. Sempre podemos e devemos pesar nossas próprias opiniões ante as propagandas, principalmente as disfarçadas.

Um outro viés, muito fácil de acontecer com fashionistas (eu inclusa) é tender a achar bonito tudo que as grandes grifes produzem.
A bolsa é Prada? Nossa, é linda.
Mas não é bem assim: tem coisas que não funcionam, mesmo com as grifes. Quer ver?
Prada Inside Bag: Sim, são praticamente duas bolsas, só que unidas uma à outra. Além do gosto meio duvidoso e do gasto de material à toa, o peso final da bolsa é grande, o que a torna desconfortável. Na minha opinião, não foi uma boa invenção.

Estes sapatos Givenchy estão sendo apresentados como "The Modern Architect". Mas quão bizarro é esse salto bloco sustentado por um micro salto agulha?  :D

E, às vezes, até o que é extremamente belo não tem aplicação na vida real:
Conjunto Calvin Klein desfilado em setembro

À primeira vista fiquei apaixonada pelas nuances de cores, pela delicadeza da estampa, pelo conjunto em dois tons de fundo.
Mas retirando-o da passarela, pensando num conceito de uso urbano e diário, não acha que pareceria um roupão e um pijaminha? Pena, pois é muito inspirado.

Enfim, estamos aqui para olhar e adaptar o que vemos para nossa realidade. Informação de moda é sempre bom ter, até para conseguir admirar produções e descobrir similaridades e novos jeitos de usar peças. Mas nada tem que ter, tudo é escolha pessoal, sem pressão. Pelo menos, acredito que deveria ser assim...

Comentários