Você pode vestir o que quiser

Ao contrário de antigamente, quando o código de vestir era rigoroso em relação aos ambientes e às idades, hoje só se fala em liberdade para ousar e na inexistência de regras.

No entanto, aos +50 anos, vivencio que para mim já não é beeem assim.
E hoje ouvi minha mãe, de +80', elogiando a saia florida que eu estava usando e dizendo que gostaria muito de usar algo parecido, mas que não dá mais...
Saia de algodão e camiseta de linho - perfeitas para o Verão [da Richards].

Imediatamente passei por uma crise relâmpago de pânico ao pensar que, se hoje eu já me privo de tanta coisa que gosto das passarelas e poucas peças caem bem, imagine quando ficar mais velha e ainda mais modelos me forem vetados!!!

Porque apesar do discurso bem intencionado, algumas peças simplesmente param de ficar bem, de fazer sentido, quando a gente ganha anos. E paramos de usá-las não porque deixamos de gostar delas, mas porque o bom senso nos diz que não dá mais para sair vestida como uma jovenzinha.
Olha só a imagem do blog da Farfetch, site que adoro pela curadoria: nada disso se aplica bem a quem está com +50. Inclusive, o último look, blusa com decote ombro a ombro, é a proposta da moda para o Verão 2016 - coisa que não vou usar, simplesmente não acho possível.

E pense bem, se com alguma idade (cof, cof) as minissaias estão cortadas, assim como grandes decotes, recortes e transparências, os sapatos altos fazem doer os joelhos, e camisetas com muita informação e dizeres não são as melhores amigas, como será daqui para a frente?

Conclusão
Melhor aproveitar o HOJE e usar tudo que tenhamos vontade da Moda e ainda seja possível.
E, lá na frente, vamos nos reinventar sendo totalmente exóticas e autênticas como a designer e fashion ícone Iris Apfel, que não segue Moda - cria sua própria.  
#admiro #adoro
 
P.S. de 18/nov:
As meninas do (f)utilidades coincidentemente acabam de escrever sobre este mesmo tema - leia aqui.
Creio que elas têm razão quando isso é aplicado à faixa etária delas, jovens. Vale a leitura.

Comentários