Livro: seis resenhas

Prontas para espiar mais seis e-books, lidos nos últimos 30 dias? Aqui vão eles:


O Segredo do Meu Marido
Autora: Liane Moriarty

Tema: São três histórias aparentemente distintas, narradas em separado, que se entrelaçam perfeitamente ao longo do livro. Ele se inicia nos contando a lenda de Pandora [da caixa de Pandora], se desenrola com o complexo dia a dia de diversos personagens à beira de decisões impossíveis e finaliza dando exemplos de como as coisas poderiam ter sido diferentes...
"Nenhum de nós conhece todos os possíveis cursos que nossas vidas poderiam ter tomado. E provavelmente é melhor assim. Alguns segredos devem ficar guardados para sempre. Pergunte a Pandora"
E essa capa linda??

Opinião: Difícil parar de ler! Gostei muito. Boa distração.



Eu compro, sim! Mas a culpa é dos hormônios...
Autor: Pedro de Camargo

Tema: Este livro mostra como a biologia evolutiva está por trás de diversos comportamentos nossos, inclusive o de compras. E que "o normal" é sermos muitas vezes irracionais, devido às estruturas do cérebro: do sistema límbico que lida com o emocional ou o processa, e do cérebro reptiliano, ancestral, que lida com nossas necessidades básicas. Esses processos cerebrais governam nosso comportamento e estão fora do nosso nível de consciência.
"Agimos de maneira 'incoerente' porque nosso cérebro, local das escolhas e decisões, é ancestral: tem a mesma arquitetura dos caçadores-coletores entre 80 mil e 100 mil anos atrás".

Opinião:
Só por conta de trazer essa realidade à tona, o livro já valeria a leitura. Mas ele vai além e cita fatos curiosos, como o clima poder influenciar na decisão de compra, assim como a presença de determinados cheiros, altura de teto, local onde se senta, etc.
Achei estranho ler um livro tão facilmente aplicável a todos os seres humanos sendo escrito com foco para as mulheres, tudo adjetivado no feminino. Enfim...
Vou adiantar uma dica que achei utilíssima: o valor do item que se compra não faz diferença para o cérebro. Logo, se você sentir uma vontade louca de sair do shopping com uma sacolinha da mão, mesmo não tendo necessidade de nada, evite escolher a bolsa de R$1.000 e compre uma presilha de cabelo de R$5. A instantânea satisfação proveniente da compra será a mesma!  :D



Bolsa Blindada - Dicas e Passos Práticos para Tornar a sua Vida Financeira À Prova de Fracassos.
Autora: Patricia Lages

Tema: Outro título voltado para mulheres, este livro é, segundo a editora, um "manual de finanças pessoais" que desmistifica o "economês" e "até ensina a investir".

Opinião:
Lamento, não é nada disso. Além de beeeem fraquinho nas sugestões, a autora defende e apregoa o pagamento mensal do dízimo e cita trechos da Bíblia em inúmeros exemplos de como resolver a situação financeira. Preciso dizer mais? Fuja!
 



Man Repeller - A Divertida Moda que Espanta os Homens
Autora: Leandra Medina

Tema [site Amazon]: A fundadora do badalado blog de moda Man Repeller conta, em seu primeiro livro, suas memórias, seus acertos e gafes na vida e no mundo da moda.

Opinião:
Reli este livro da Leandra Medina, blogger famosa pela autenticidade ao se vestir, e desta vez gostei mais dele. Leandra escreve com fluidez e de forma fácil de ler. Mas não espere uma biografia nos moldes habituais. A cronologia é meio atrapalhada e o foco é em se depreciar sempre. Não há situações comuns, somente registro das embaraçosas ou nitidamente grotescas.
Isso traz um lado meio cômico ao livro, porém, é um tanto caricato demais e às vezes beira o desagradável. Mas agora entendi o por que disso: faz parte da persona que ela encarna na internet, como moça meio desajustada que tem maneiras estranhas e se veste de forma a "repelir os homens".
Realmente ela poderia ter conseguido o mesmo resultado usando de mais elegância e menos rudeza em seus temas e textos. Enfim...
Para quem gosta do estilo ou do blog dela, vale a leitura. Para quem não a conhece, melhor começar pelo blog.  ;)



Pequenas Delicadezas
Autora: Cheryl Strayed

Tema: Esse livro foi citado pela Martha Medeiros em uma obra que estou ainda em leitura. Parei após o conto em que ela falava sobre "Doçura" e fui buscar a origem. Acabei lendo as "Pequenas Delicadezas" antes de voltar à Martha, rs.
A explicação do site Amazon está muito boa, copio-a aqui:
"Centenas de pessoas buscaram os conselhos de Cara Doçura (Dear Sugar, no original), na coluna do site Rumpus – uma comunidade on-line sobre literatura, e encontraram muito mais que uma conselheira, vasculhando as ansiedades contemporâneas. Por trás do anonimato, a best-seller Cheryl Strayed, autora de Livre, respondia a todos para ajudar a entender a essência das aflições pelas quais passavam, como uma pessoa real e sem temer a exposição.
Ainda que se trate de trocas íntimas entre estranhos, nem por isso Doçura deixa de ser uma espécie de amiga próxima, sábia e verdadeira. Ela é amável, mas diz algumas verdades que precisam ser ouvidas. Não fica constrangida com as emoções dos leitores, ou com as próprias, e, por isso mesmo, é capaz de ajudar compartilhando suas histórias e situações nas quais se sentiu frustrada e perdida e se reencontrou novamente."
 
Opinião:
É um livro que mostra inúmeras dúvidas pessoais. Intrigante pois todos temos essa porção voyeur de querer saber o que ocorre na vida dos outros, até para comparar com nossas próprias dúvidas e frustrações. O que mais impressionou foi a transparência das respostas de Cheryl, a honestidade em se expor e a coragem de proferir palavras duras quando necessário.
É um livro que mostra muito da alma humana, e sempre aprendemos algo com isso.



A Vida em Análise
Autor: Stephen Grosz, psicanalista inglês.

Tema: O livro conta casos emblemáticos da prática clínica do autor, focando em diversos tipos de pacientes: o deprimido; o que se recusa a enxergar a realidade; o chato; o exibicionista; etc.
As histórias são desenvolvidas somente até o ponto em que você percebe o que motivou o paciente a seguir aquele caminho, não nos mostrando o processo psicanalítico de cura do mesmo - logo, se torna quase um livro de contos.

Opinião:
São histórias nas quais se pode reconhecer traços de si mesmo e de várias pessoas que nos rodeiam, e entender um pouquinho da natureza complexa e neurótica dos humanos. Gostei demais!

Comentários