A Lenda Cherokee

Há uma linda lenda dos índios Cherokee que nos propõe uma reflexão importante:

Um velho cherokee dava lições de vida aos seus netos. Disse-lhes:
“Está se travando uma luta dentro de mim. Luta terrível, entre dois lobos.
Um é o medo, a cólera, a inveja, a tristeza, o remorso, a arrogância a  auto-piedade, a culpa, o ressentimento, a inferioridade e a mentira.
O Outro é a paz, a esperança, o amor, a alegria, a delicadeza, a benevolência, a amizade, a empatia, a generosidade, a verdade, a compaixão e a fé.
A mesma luta está se travando dentro de vocês e de todas as outras pessoas…”
As crianças puseram-se a refletir sobre o assunto e uma delas perguntou ao avô: ”Qual dos lobos vencerá?”
O ancião respondeu:
”Aquele que for alimentado…”
Vivemos um momento de transição que parece ultrapassar nossas questões pessoais e estender-se muito além delas. O mundo que pensávamos conhecer já não existe mais, a mudança é a regra e diariamente nos deparamos com situações inusitadas. Diante da velocidade com que tudo acontece nossas emoções oscilam, e evidentemente tudo que é desconhecido provoca o contato com um vasto repertório sensorial e emocional; como lidar com a alternância entre luz e sombra?

O velho Cherokee indica uma luz no fim do túnel, e parece sugerir que mesmo diante do imponderável temos sempre a possibilidade da escolha. Não são os acontecimentos externos  que  transformam a nossa vida, mas principalmente a maneira como escolhemos percebê-los e a postura que adquirimos, os pensamentos e emoções que cultivamos. 
Afinal, qual  lobo você vai alimentar?
 _________________________________________________________________________________________

    
Texto de Ana Amorim: Psicóloga Clinica, Terapeuta, eterna curiosa e aprendiz de assuntos metafísicos.

Comentários