Luz


Segundo um jornal inglês, a política brasileira atual está mais interessante que a série "House of Cards". Pode ser até verdade, mas estamos pagando um alto preço energético.
[House of Cards é uma série da BBC norte-americana, resumida assim pela Wikipedia: "uma história onde são ultrapassados os limites para satisfazer o desejo de um homem que ambiciona governar o mundo"]

Na minha família, nas últimas semanas, tivemos problemas de saúde variados, mau humor e redução no limiar de paciência. Mas, pelos comentários e pelas evidências, há mais gente se sentindo desconfortável e tensa.
Casualidade? Não acredito. Simplesmente não consigo achar que tudo acontece aleatoriamente. Estamos vivendo um momento político e econômico tão incerto e conturbado que somos energeticamente afetados por ele. A insatisfação, a incerteza, a tensão se propagam e acredito que se manifestam na vida de cada um. Vivemos aparentemente vidas isoladas, mundos à parte, mas isso é uma ilusão. No plano mais profundo, estamos conectados. 
O que fazer, então, em épocas de vacas magras e pouco amistosas, se não há como nos dissociarmos do grupo? Podemos acrescer, somar uma qualidade de energia diferente. Positiva.
E como fazer isso? Pessoalmente, decidi acompanhar menos os jornais, não me deixar inundar pelos fatos e fazer outras escolhas: me aquietar e enviar luz, pedir para que haja uma solução harmoniosa e um desenvolvimento na consciência de todos. Ao invés de sofrer e me irritar, decidi me acalmar, meditar, ler um bom livro e, assim fazendo, acrescentar uma gotinha de energia amorosa. 
Fácil? Claro que não. Exige sair do automático. Mas se cada um de nós fizer isso, além do ganho pessoal estaremos ajudando este país a se reequilibrar. É um desafio que merece ser realizado.
______________________________________________________________________________________________________
  

 Texto de Marise Ribeiro: professora e tradutora de Francês, instrutora de Being Energy.

Comentários