Multitarefa

Olha que palavra chiquérrima: “Multitarefa”. Quase um símbolo de status. 
"Mulheres são multitarefas.”
 
Traduzindo: mulheres estão sobrecarregadas. Ficam correndo contra o relógio para dar conta de trabalho, casa, filhos e vida social, afinal um café com amigas é absolutamente fundamental para a cabeça! Esse amontoado de coisas não é assim uma vantagem e tanto. Não será melhor ter menos tarefas e mais tempo pessoal?

Por isso, sempre fico enervada quando vejo aquele perfil de mulher ideal, que toma café da manhã com filhos e marido (sempre sorrindo, é claro), que é uma executiva de tailleur impecável durante o dia e uma amante sensual de noite.
Aí eu pergunto: por que passar uma ideia tão falsa para iludir e frustrar as mulheres?

A mulher ideal da televisão ou da revista feminina parece nunca limpar a sujeira do cachorro ou gritar com as crianças. Mas, vamos falar a verdade: quem é que passa todo o seu tempo em um equilíbrio sorridente e imperturbável, vestindo uma roupa que não amassa?  Tem dias em que o cabelo simplesmente se recusa a colaborar. E pronto. E a gente vai trabalhar assim mesmo. E não morre. 

Tem aquele dia em que seu filho (marido, chefe, auxiliar... complete como quiser) está insuportável e que nossos sentimentos não são nem um pouco bonitos (complete como quiser também. Cada uma tem seu arsenal de xingamentos secretos...).

De qualquer maneira, a vida é assim mesmo: altos e baixos, avanços e recuos. Somos como as ondas do mar. Liberdade é se dar o direito de se descabelar de vez em quando. E de mandar alguma (ou algumas) das muitas tarefas para o espaço sideral. 
______________________________________________________________________________________________________
  

 Texto de Marise Ribeiro: professora e tradutora de Francês, instrutora de Being Energy.

Comentários