Tão previsíveis...

A Ana Soares falou em seu blog que, no curso que deu no RJ, quase todas as participantes estavam vestidas usando a fórmula camiseta listrada com sapato prateado.
"Olhei em volta: uma onda de minimalismo quase como um uniforme, um exército de blusa com listras, calça molenga e oxford prateado plataforma. Não enxerguei identidade, mas uma repetição de tendências para gerar aceitação à primeira vista."
Essa frase me marcou, ainda mais que já estava questionando a unanimidade de sapatos prateados aparecendo aonde quer que a gente vá. Vê-los em tanta quantidade havia me incomodado e, inclusive, deixado com vontade de aposentar o meu...
 
P.S. dez/16: aposentei MESMO!
 
Entendo os modismos e o porquê de comprarmos o que aparece nas revistas e nos sites. Em parte é pela novidade e seu fator gerador de elogios, em parte pela oferta se tornar enorme e isso meio que nos direcionar àquela mesma escolha padronizada, e ainda há o fator pertencimento a um grupo - no caso, ao grupo de mulheres que "estão na moda".

E aqui me pergunto: Será que todo mundo que está saindo de sapato prata realmente se sente bem com isso? Porque é uma coisa que chama muita atenção. Eu, dentro do meu estilo Dramático, estou perfeitamente à vontade com ele. Mas será que combina mesmo com alguém de estilo Romântico, Clássico ou Natural? Será que estamos nos forçando para além do nosso estilo próprio somente para "estarmos na moda"? 

Enquanto jovens, essa busca por paridade faz parte do desenvolvimento e é esperada. Mas agora, adultas, será que deveríamos mesmo estar todas homogêneas em listras e prata?

Mais uma vez admiro - e até invejo - a grande Costanza Pascolato:
Quando foi que ficamos tão previsíveis?
 :(

Comentários