Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Novembro, 2016

Antes do Natal

Incrível, estamos chegando ao final do ano! E como minha amiga Ana Amorim bem colocou neste post, não dá para ficar indiferente a Dezembro.

Nos blogs gringos o que mais se vê é a busca por roupas para as Festas. Os modelos em vermelhos são maioria, mas também aparecem os verdes ou em tons de brilho (prata, ouro).
A preocupação com os presentes também se mostra grande, com inúmeros posts sobre opções, ideias do tipo DIY, embrulhos personalizados, etc.
Enquanto isso, já deu uma olhada nas vitrines do Brasil? Só dá roupa branca. Parece que aqui somente o que importa é o Réveillon. 😄
Não é interessante como cada povo tem suas características particulares?

Livro: As vidas impossíveis de Greta Wells

Livros e filmes que falam sobre a possibilidade de se voltar atrás e reescrever a história sempre me fascinaram. Acho que isso se deve ao tanto de "E se..." que falamos e enfrentamos durante nossa vida. Cada "e se" tem uma possibilidade intrínseca, uma nova porta com um novo caminho que poderia ser traçado. É definitivamente sedutor.

Este livro conta a história de Greta que, vivendo na casa que sempre pertenceu à sua família em New York, em 1985, está tão deprimida pela morte do irmão gêmeo e término com o companheiro, que nenhum antidepressivo lhe faz efeito. 
O médico, então, receita tratamento por eletroconvulsionante. E é na sequência da primeira aplicação desse método que algo inesperado acontece: ela acorda em 1918. Um nova Greta, uma nova vida, uma realidade completamente diferente da que ela havia vivido até ali. E agora?

Como se não fosse o bastante, a segunda seção de eletrochoque a transporta para 1941. Assim, ela passa a pular entre três mundos a cada nova…

Links lindos da semana #10

Uma compilação de textos ótimos publicados por estes dias. Enjoy!
Sigo dois blogs dedicados a maquiagem, produtos de pele e cabelos: o Coisas de Diva e o Juro Valendo. Sempre aprendo algo novo e interessante com elas! Hoje quero destacar um texto da Sabrina, do Coisas de Diva, que fala sobre se auto conhecer para não seguir as ondas da internet, para ser quem se é sem tentar entrar num "padrão" pré-estabelecido. Vale a pena ler.
O Salada Mista, blog que versa predominantemente sobre livros, desta vez trouxe um texto autoral muito pertinente: Não seja um legendador medíocre da sua vida. Aqui ela condena as frases feitas, os modismos usados nas fotos e na vida, a falta de expressão pessoal. Muito bom!

No Follow the Colours uma colher incrível, inspirada nos origamis, que se dobra e transforma para acomodar várias medidas usuais da cozinha. Que criatividade fantástica!
Quer ver como a vida pode ser ativa mesmo aos 90? Veja estas senhoras incríveis compiladas pelo blog E aí, 5…

Livro: You Are What You Wear

Este livro, cujo subtítulo é "What your clothes reveal about you", é fantástico. Passei a semana lendo-o em todas as horas vagas, nem parei para escrever no blog, olha só!
Não há tradução para o Português e comprei em e-book pela Amazon, por R$37,40.
A autora é psicóloga e sempre se interessou pelo significado por trás da escolha das roupas. Por que as pessoas costumam usar sempre o mesmo tipo de peças, mesmo quando o guarda-roupas está lotado de opções? O que estamos passando para o mundo com nossas escolhas?
Com base em sua experiência, a Dra. Jennifer Baumgartner criou capítulos dos tipos mais recorrentes de "problemas" encontrados em sua clínica. Ela frisa que nossa vestimenta é, na verdade, uma ponta visível de iceberg na manifestação de questões mais profundas. Seu enfoque é que a aparência é uma representação de conflitos internos mal resolvidos e que, alterando-a, haverá alterações positivas também em outras áreas da vida.
Os perfis abordados: Compradora c…

Uma sequência inspirada de imagens

Um dia antes de feriado merece um tema bem feliz, não acham?
Olha só o que vimos num domingo em piso do Shopping Iguatemi JK: Um menino super pequeno (uns 2 anos) encontrou um cachorro sentado no corredor e simplesmente achou que o melhor a fazer era montá-lo como se fosse um banco ou cavalo.

Vocês acreditam que o cachorro olhou, viu que era uma criancinha e ficou parado e quieto?  E ficou lá, recebendo abraço e carinho do menininho. Lindo, né? Crianças e pets: as melhores coisas da vida 

Meia-idade

Sexta-feira estava no cabeleireiro tendo as raízes pintadas quando me dei conta, ao ver aquela infinidade de imagens refletidas em espelhos, que estou irremediavelmente velha. Foi um susto... Passei a vida toda aparentando 10 anos a menos do que realmente tinha. Minha mãe diz semanalmente para eu e minha irmã aproveitarmos a vida "enquanto ainda são jovens". Tudo isso me dava a impressão que a idade era somente um número, não havia feito muita mudança real. Ledo engano.
Reconheci em mim o corpo da minha avó, braços cheios, volume todo concentrado no tronco. Nem um pingo mais do rock-and-roll que eu sempre achei que era meu estilo. Uma mulher de meia-idade. 
Como vou viver daqui para a frente, com essa imagem totalmente diferente de quem eu fui durante toda a minha vida até aqui?
Estou aqui tentando reinterpretar roupas, acessórios, bolsas. Tudo parece ter sido comprado para aquela pessoa mais jovem, ainda em forma, ainda com algum traço de jovialidade. Quando foi que ela s…

Isolda para Riachuelo

Ontem, dia 10 de novembro, foi lançada a Coleção Isolda em algumas lojas da rede Riachuelo. E Isolda você já sabe: marca brasileira que faz sucesso no exterior e cria suas próprias estampas aquareladas (lindas!) com temas bem tropicais.
Já fui mais fã da grife, de ir até sua loja escondidinha em SP e sair de lá trajando um ve$$$tido de seda [post]. Continuo gostando da vibe, só que com mais moderação...

Mas vamos à coleção atual:
Lá fui eu para a Riachuelo do Shopping Ibirapuera crente que iria arrematar algo com um dos estampados icônicos da grife, como por exemplo o vestido acima.
Que desilusão! Tirando esse manequim e uma vendedora, que estava toda faceira usando um extinto macacão com essa estampa de pitangas sobre fundo preto, nem uma pecinha dessas para remédio. Cheguei 16hs e já não peguei quase nada nas araras.

Tinham três araras VAZIAS e só duas com algumas coisinhas, peças de pouca saída como as calças tomate, blusas pink, saias sem estampa...
 Também havia almofadas e toal…

Livro: Harry Potter e a Criança Amaldiçoada

"Harry Potter e a Criança Amaldiçoada" é uma peça de teatro escrita por Jack Thorne e que J.K. Rowling supervisionou para que se mantivesse fiel à essência de sua obra original. Por ser um script, a leitura deve ser feita imaginando a peça se desenrolando no teatro, o que é fácil devido às explicações claras de locais, posição e falas dos personagens.
A história se inicia 19 anos após os acontecimentos do último livro da série, na estação King's Cross, plataforma nove e meia, quando Harry, Gina, Rony, Herminione e Draco estão levando seus filhos para embarcar no Expresso para Hogwarts. Harry tem três filhos com Gina: Thiago, Alvo e Lílian. Esta é a primeira vez que Alvo vai embarcar para a escola de bruxaria. É incrível ver que os personagens cresceram e têm vidas de adultos: trabalham, criam filhos e têm os problemas que todos os pais de adolescentes enfrentam.
No primeiro ato a história ocorre em pulos e anos se passam, com Alvo Severo Potter crescendo sentindo-se o…

Guarda-roupa minimalista?

Vocês já repararam que toda vez que se procura por imagens de "guarda-roupa minimalista" abrem-se páginas de armários com roupas brancas, pretas e cinzas?
Vou confessar: sempre achei que eram montagens feitas exclusivamente para fotos, risos. E sabe que são de verdade?
Descobri isso quando vi este vídeo de uma blogueira portuguesa e fiquei estarrecida! Isso é ser minimalista? Se for assim, eu que amo tudo colorido, onde fico?!?
Então, NÃO É só assim. O que ocorre com muita frequência é que pessoas que adotam o minimalismo optam por ter um número bem pequeno de peças de roupas e, nesse caso, é conveniente que todas (ou quase todas) combinem entre si, para ampliar as opções de uso. Daí se escolher preto, branco, cinza que são 100% intercambiáveis ou outra paleta igualmente neutra, como bege, caramelo, marrom. 
Quem gosta de cores e estampas nunca vai conseguir ter uma seleção tão pequena quanto quem se dá bem com neutros. E mesmo assim pode se considerar minimalista no guarda-…

Antídoto para o impulso da compra online

Hoje me peguei entrando em lojas online com a intenção de encontrar algo lindo que justificasse o movimento de clicar no botão "comprar". Percebi na hora H que estava indo pelo caminho errado...
Ando compreendendo melhor o quanto é automático afogarmos a frustração com alguma compra. Sim, o que causou a ânsia de comprar foi um sentimento de tristeza sem motivo.

Depois da conscientização de cerca um ano atrás, e pós Marie Kondo e pós conhecimento do minimalismo, ficou claro para mim que não preciso de tanta roupa, de tanto sapato. Mesmo tendo efetivamente ficados vários meses sem adquirir nada, é estranho ver como um hábito volta com tudo quando não se está bem (sim, eu comprava muito online até um ano atrás).

Abri o blog inicialmente pensando em mostrar as peças incríveis que vi online. Mas não vou fazer isso. Vou parar tudo e ligar para um amiga. Acho que a tristeza muitas vezes é falta de contato humano - ainda mais para quem trabalha em home office, isolado na frente do c…

Links lindos da semana #9

Apanhadão de assuntos diversos, todos mega interessantes. Olha só:

A Chris Campos, do Casa da Chris, sempre encantando com sua visão leve da vida. O post destacado é: 'A vida tá difícil? Faça uma festa!'
A ideia pode espantar por não ser óbvia mas vai fazer muito sentido após você ler o texto.  :)

O blog O Caderno resumiu um artigo da revista Vida Simples que fala sobre o que é bom e o que é o essencial em termos de consumo. Uma leitura fácil e que nos faz refletir sobre o constante uso errado do verbo "precisar" no nosso dia a dia.

Falando agora de moda, o UASZ nos trouxe uma visão bem prática e democrática sobre como vestir um corpo mais cheinho: 'Visto 46 e posso usar o que eu quiser'. As dicas são super válidas e servem para qualquer pessoa, inclusive para quem veste menos do que os 46 no título.
Um post lindo e coloridíssimo do FTC sobre os brinquedos e peças de arte que a Fundação Ocean faz, no Quênia, com chinelos de borracha que são resgatados do mar.…

Sobre leitura e prazer

Esbarrei num artigo excelente que já se inicia com um questionamento crucial: Por que não conseguimos mais ler? A explicação principal é que os aparelhos digitais, pelos quais estamos cercados [micros, ipads, iphones, etc.], enviam notificações o tempo todo e nosso cérebro entende cada oportunidade de abrir uma mensagem nova como uma atitude que gera gratificação, o que é extremamente viciante. "Informações novas criam um fluxo de dopamina no cérebro, o neurotransmissor que faz você se sentir bem. A perspectiva de obter informação nova compele seu cérebro a buscar este fluxo de dopamina. [...] Assim, a cada novo e-mail que você recebe, um pequeno fluxo de dopamina entra no sangue. Cada dose de dopamina reforça a memória do seu cérebro de que olhar e-mail libera mais dopamina. E nossos cérebros estão programados para buscar coisas que nos deem mais doses de dopamina. [...] Cada vez mais o hábito fica incutido nas próprias estruturas de nosso cérebro.
Como que os livros podem compet…

Tênis com twist

Em um quesito somos mulheres de sorte: estamos numa época em que sapatos baixos e confortáveis estão com tudo. Acabou-se a hegemonia dos stilettos e agora sapatilhas e tênis têm um lugar reservado nos guarda-roupas mais modernos e estilosos.

Além dos tênis brancos, que receberam sinal verde da moda para serem usados até com ternos e vestidos, há um movimento para incluir os totalmente pretos no look dia a dia. Mas também há os mais diferentes, para quem não se contenta com o feijão com arroz dessa tendência. E sobre esses achei uma marca inovando nos modelos: Fiever.

O primeiro que me encantou foi este de olhinhos:
Adoro uma pegada surreal e esses olhos piscantes estão o máximo. Até cliquei para comprá-lo online no dia que vi, mas o site estava com um problema e não computou o pedido. No final, foi até bom pois já tenho mais pares de tênis do que consigo usar... Pensei melhor e resolvi resistir.  :)
O que não me impediu de ficar dias namorando este outro aqui: Um tom lindo de rosa e a…

Clutch "egípcia" Givenchy

Então... Após meses me sentindo totalmente minimalista, eis que não resisti à visão de uma foto e comprei uma clutch mega estampada.
Eu não estava procurando por isso, a imagem simplesmente abriu na minha tela enquanto estava navegando em um site internacional de notícias de moda e fiquei totalmente apaixonada. Joguei os dados: "Se essa bolsa estiver disponível para entrega no Brasil, eu vou comprá-la!". E estava.
Comprei pela Farfetch. É um e-commerce especializado em importados, representa uma rede enorme de marcas em vários países, com entregas rápidas e confiáveis.
A bolsa veio de Milão e chegou em uma semana. Já usei-a o fim de semana todo, com um look todo preto e outro com bege e azul, próximos aos tons da impressão.
Foram esses olhos egípcios que me ganharam! Tenho fascínio pelo Egito antigo, passo horas e horas nas mostras desse assunto em todos os museus que visito e tenho centenas de fotos de detalhes como esses que inspiraram a clutch.  Fotos tiradas no MET - Met…