Antídoto para o impulso da compra online

Hoje me peguei entrando em lojas online com a intenção de encontrar algo lindo que justificasse o movimento de clicar no botão "comprar". Percebi na hora H que estava indo pelo caminho errado...
 
Ando compreendendo melhor o quanto é automático afogarmos a frustração com alguma compra. Sim, o que causou a ânsia de comprar foi um sentimento de tristeza sem motivo.

Depois da conscientização de cerca um ano atrás, e pós Marie Kondo e pós conhecimento do minimalismo, ficou claro para mim que não preciso de tanta roupa, de tanto sapato. Mesmo tendo efetivamente ficados vários meses sem adquirir nada, é estranho ver como um hábito volta com tudo quando não se está bem (sim, eu comprava muito online até um ano atrás).

Abri o blog inicialmente pensando em mostrar as peças incríveis que vi online. Mas não vou fazer isso. Vou parar tudo e ligar para um amiga. Acho que a tristeza muitas vezes é falta de contato humano - ainda mais para quem trabalha em home office, isolado na frente do computador o dia inteiro.

Eu leio um sem-número de blogs diariamente, para me atualizar, para escolher os links lindos da semana, etc. E apesar deles me distraírem e instruírem, falta aquela voz real, o calor que vem de trocar ideias com alguém querido.

Então, já sabem: antídoto para uma crise de vontade de comprar online é fechar o micro e buscar o convívio com pessoas. Contatar uma amiga, sair de casa, esquecer a tecnologia por algumas horas. O que vou fazer JÁ.
 
Foto from The Chronicles Of Her

Comentários