O segundo compromisso

O livro Os Quatro Compromissos, de Don Miguel Ruiz [resenha aqui], traz ensinamentos preciosos:
  1. Seja impecável com a sua palavra
  2. Não leve nada para o lado pessoal
  3. Não tire conclusões
  4. Dê sempre o melhor de si
Quando efetivamente aplicados em nosso dia a dia mudam nossa forma de agir e melhoram a vida.

Vou lhes dar o exemplo que para mim foi o mais marcante. Dirijo muito pela cidade de São Paulo, o que significa incontáveis minutos (quando não horas) num trânsito infernal. A coisa mais comum é acontecer mal entendidos nesse ambiente: alguém que joga o carro na frente do nosso para forçar passagem, motoqueiros que não nos deixam mudar de faixa (sim, isso é muito comum por aqui), motoristas lentos que nos fazem perder os faróis verdes, etc.
 
Típico trânsito da Av. 23 de Maio, onde trafego frequentemente

A mentalização do segundo compromisso ao dirigir transformou esse ambiente de guerra em algo tranquilo para mim. Não importa o que aconteça, a simples consciência de que aquele ato aparentemente hostil não foi algo feito visando me aborrecer intencionalmente, não foi nada pessoal, retira o stress da situação.

A diferença em paz de espírito é notável. Para não esquecer nunca mais disso anotei o texto do segundo compromisso num marcador de livros e prendi-o no quebra-sol do carro.

Tente essa prática. Você vai se surpreender com a eficiência de uma frase aparentemente tão simples.

Comentários