Dois pesos e duas medidas

Uma amiga mandou um artigo do BoredPanda e achei-o tão genial que precisei comentá-lo aqui. É em inglês, mas bem básico. E as figuras falam por si, também.

O que eles escancaram por meio de tirinhas (a "brincadeirinha" sempre foi um recurso dos mais fracos para expor suas opiniões sem apanhar) é a diferença de critério quando o mesmo fato é voltado para um homem ou para uma mulher.

E o pior é você ver que já passou conceitos errados para os filhos, sem perceber!
Duvido que alguma mãe 50+ tenha escapado dessa armadilha e tenha ensinado a filha a ser poderosa e destemida, ou permitido ao filho ser sensível e emotivo. não?

Este quadro me chocou por mostrar uma verdade para a qual eu nunca havia me atentado:
E este abaixo é completo e muito elucidativo, e mostra que o sofrimento é tanto feminino quanto masculino:
No BoredPanda você verá 5 páginas de quadrinhos. São ótimos, não perca.
 
Acho importantíssimo esse questionamento aberto sobre a duplicidade de critérios pois quanto mais formos alertados dos maus hábitos que trazemos de nossa educação patriarcal, mais chances há de mudança. E se as crianças pararem de receber a educação engessada (dos nossos pais e nossa própria), e experimentarem desde cedo um ambiente de igualdade, a vida futuramente poderá ser infinitamente melhor para ambos: homens e mulheres.

Comentários