Afinal, Consultoria de Estilo serve para que?

Se você é bem resolvida com suas escolhas de roupas e acessórios, nem precisa ler este post. Mas se você encontra dificuldades para definir exatamente qual é seu estilo, me acompanhe.

Ao término da consultoria que vivi em OUT/NOV deste ano, estou mais assertiva em relação ao que escolho comprar. Isso para mim fez a maior diferença!

Ficou bem definido que eu gosto de detalhes nas roupas e acessórios. Uma blusa lisa normalmente não me atrai, mas se ela tiver uma dobradura inusitada, ou um material diferente compondo parte de seu modelo, pode ter certeza que já vai me interessar. Tirar esse aspecto do subconsciente e passar para o consciente me fez muito bem, deixei de me enganar com peças "lindas" nas araras mas que, em casa, não têm nada a ver comigo.

Olha só: Pelos recortes, paetês e mistura de materiais, esse look acima 
poderia 100% fazer parte do meu guarda-roupa.

Agora consigo enxergar quando uma peça é linda, mas não é para mim. Por exemplo, esta bolsa com desenho de algas da Arezzo:

Quando a vi numa vitrine fiquei hipnotizada pela cor, pelo trabalho, pelo inusitado do modelo (ah! os detalhes, detalhes) e tive que entrar na loja para pegar, provar. No entanto, ao me olhar no espelho vieram as definições de estilo que foram desenvolvidas para mim - rocker, dramática - e nesse momento o lado racional assumiu o controle, acalmou o sensorial, e devolvi a bolsa à vitrine. Porque né, é uma bolsa romântica ou, no máximo, boho. Como poderia ser encaixada no meu guarda-roupa?

Esse amor pelo belo sempre me fez comprar muito mais coisas do que deveria, com uma taxa absurda de erros. Afinal, a peça é "linda", como não comprá-la?? É, é bonita mesmo, mas como encaixar um sapato todo princesinha num visual all black*?

Mistura de texturas, mistura de materiais: usaria estes dois looks num piscar de olhos!

* Minha cartela de cores foi definida como Outono (ops!) Inverno e, para minha sorte e felicidade, o preto faz parte dela. \o/
Como todo mundo que tem um pezinho no estilo rocker, o preto é uma das cores de escolha para tudo: camisetas, blusas, calças, jaquetas... Foi super importante as Consultoras terem enfatizado que eu posso usar muito dessa cor, e sempre, porque antes eu ficava em dúvida se não estava simplesmente me vestindo sem imaginação. 😂

Para finalizar, quero responder ao comentário de uma amiga: 
"Gostar de algo e não comprar porque 'não está na sua cartela de cor' ou 'não é seu estilo', não é se limitar muito?"

Entendo que pode parecer limitação, mas não é. É conhecimento, é escolha. É usar bem o dinheiro, é construir um guarda-roupa coeso e funcional.
Se tenho vontade de me atirar a algo que não encaixa comigo? Sempre! Olhe a bolsa lá de cima.
Porém, escolher não comprá-la foi simplesmente me deixar guiar em direção a uma solução melhor para meu armário. Eu acho um privilégio ter clareza sobre o que vai bem ou não para minha vida. Até porque a gente nem pode ter tudo mesmo, não é? Então, melhor escolher bem. 

Consultoria = 💗

Comentários