Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro, 2018

E lá se foram 25 cm

Sábado à tarde fui ao cabeleireiro de minha confiança e perguntei se visualmente eu seguraria um corte pixie bem curto. Ele ficou todo entusiasmado - tanto que ligou a câmera do celular para gravar o processo.

E, após perder uns 25 cm de cabelo - ou mais-, olha só como ficou:


Por favor, relevem a foto sisuda - não tem nada a ver com o corte e, sim, com estar sendo difícil ficar positiva ainda precisando da cadeira de rodas para me locomover...
Mas vamos às reações recebidas quanto ao cabelo mega curto:
Eu AMEI.
Meus filhos, norinha, pais e irmã gostaram [alguns deles adoraram].
Meu marido... está chocado, pedindo meu cabelo de volta 😨 - agora não sei se rio ou choro dessa situação. Bom, jeito não tem mais e, sinceramente, gostei tanto dele assim que acho que não voltaria para o comprimento anterior mesmo que pudesse reverter o tempo...

De qualquer forma, agora meu cabelo está prontinho para deixar de ser tingido - nossa, aí que vai ser punk assegurar minha vontade contra toda as opin…

Cabelos grisalhos: sim ou não?

Estou pensando seriamente em deixar meu cabelo crescer ao natural, esquecer a tintura nossa de cada 25 dias.

Estou sem retocar a raiz há 2 meses completos: estava planejando tingi-lo um dia antes de ir para Miami (01/fev) mas, com a perna imobilizada, médicos e exames, acabei viajando sem tratamento algum, já com uma raizona aparente.

Tenho alternado momentos de certeza quanto a assumir os brancos, com outros de altas dúvidas.
Já até escolhi o corte para ir gradualmente encarando os grisalhos: é o usado há anos pela atriz Jamie Lee Curtis.
O corte foi feito para o filme Sexta-feira Muito Louca, de 2003, e ela o mantém até hoje:
Acima a "minha modelo" nos seus atuais 59 anos. Acho-a bem natural, sem plástica, sem disfarçar as rugas. #ídolo

Bom, quanto ao cabelo: tenho hora no Retrô Hair neste sábado, vamos ver no que dá. Vou deixar meu cabeleireiro dar a palavra final sobre como será o corte, acredito que pela experiência dele vá poder me auxiliar na decisão. Depois lhes cont…

Previna-se do golpe do sequestro

Ontem acordaram meus pais às 3h30 da madrugada e disseram que tinham me sequestrado e que eles precisavam pagar resgate.

O resto foi típico: mantiveram minha mãe ao telefone sem deixá-la desligar, mandaram que a outra linha telefônica da casa fosse desconectada, exigiram dinheiro vivo e joias.
Meus pais têm 90 anos, imagine o trauma e dificuldade para eles lidarem com algo assim, sozinhos!

Abaixo ficam informações importantes sobre como agir frente a esse golpe. Espalhe os gráficos para seus familiares, informe principalmente os mais idosos, que são os alvos preferidos dos bandidos.

(grifos vermelhos são meus)

E ainda acrescentaria: Sob hipótese alguma vá sozinho ao local de entrega estipulado por eles.

Aproveitando o ensejo, segue infográfico sobre os golpes mais frequentes e como evitá-los:

Enfim, espero que o post tenha trazido informações importantes para sabermos nos defender desse e de outros golpes.

Desisti das Revistas de Moda

Não recebi educação em moda e estilo da minha família natal. A importância de estudar, ser honesto e coisas desse naipe eram muito ensinadas, mas moda nem sequer era citada.

Carolina Ferraz  na 1ª edição  Outubro 2002
Foi com esta primeira edição da finada Estilo que me apaixonei por todas as possibilidades do vestir. Assinei-a por vários anos e sempre aproveitava muito o conteúdo. Comecei a engatinhar numa tentativa de estabelecer meu estilo (tenho dúvidas até hoje, resultado de anos de alheamento sobre o assunto), e aprendi muito sobre estilistas e coleções. Com esse novo olhar veio também a vontade de possuir aqueles objetos tão endeusados e, aos poucos, fiz uma coleção significativa de bolsas e sapatos grifados (da qual me arrependo um bocado).


E em 2015 outra onda de interesse cobriu essa primeira: o minimalismo. Por que ter 30 blusas se você só usa mesmo umas seis, que são as que mais gosta? Para quê tanta coisa guardada, ocupando espaço e pensamento? Após um longo período de ama…

E agora, vai?

As férias terminaram, o Carnaval acabou. Vamos começar o ano?

Então, como disse no último post, consegui aval dos médicos e viajei com a minha família para Miami.
Aluguei por aqui mesmo, no site FamilyRentals (prestaram um excelente serviço, recomendo), uma scooter para me locomover com facilidade por lá. E tirando algumas barbeiragens (cof, cof), deu tudo certo.

A acessibilidade lá é impressionante: todo museu e toda loja têm rampas para permitir entrada de cadeira de rodas e similares.
Nas ruas não é diferente, em todo cruzamento há rampinhas nas calçadas. Isso permitiu que eu fosse "rolando" para um shopping que ficava a pouco mais de 800m do hotel.

Falando em hotel, olha que vista linda que tínhamos do apartamento: a visão do horizonte era claríssima devido lá não ter a poluição horrível daqui; do outro lado, os arranha-céus gigantescos de Brickell, iluminados.



Apesar de ser inverno no hemisfério norte, a temperatura em Miami estava até melhor do que em SP: à noite preci…

Viagem

Esta semana passei o maior sufoco: minha família estava com todas as reservas feitas para viajar para Miami amanhã, dia 02, e minha situação ainda indefinida devido ao acidente com meu tornozelo.
A ressonância magnética demorou demais para ficar pronta, e precisávamos dela em mãos antes de consultar o médico.
O pior de tudo: em casa estavam todos decididos a não viajar se eu não pudesse ir também. Que sufoco!

Finalmente
Ontem consegui (levada por filho e irmã) ir ao ortopedista com o exame, e este confirmou ruptura completa de dois ligamentos do tornozelo (dois de três, olha que tristeza!).
Resultado: 45 dias sem colocar o pé no chão. Depois, mais exames, com 50% de chance de operar - mas prefiro enxergar como 50% de chance de NÃO operar.

Sobre minha liberação para viagem, ele disse que ortopedicamente falando eu poderia ir, porém, obrigatoriamente teria que me consultar com um médico vascular. A preocupação aqui era com trombose, visto que serão 8:20 horas no avião.
E num golpe de sor…