Pular para o conteúdo principal

Acumulação virtual

Acabei de ver que meu Dropbox contém 22.385 documentos. E que o Evernote está com 2.080 notas.
 
Quantas vidas eu teria que ter para reler tudo isso e seguir o que dizem, como por exemplo: ler 65 livros recomendados, aprender a meditar, organizar a vida como os artigos sugerem, etc., etc.?

Não sei vocês mas, como se pode ver, sou uma guardadora virtual de proporções assustadoras.

Sim, está (quase) tudo separado por assunto em pastas que, teoricamente, posso consultar quando tiver um problema ou dúvida num campo específico. Mas quem faz isso de forma consistente?

Quando vejo uma blogueira ensinando como usar algo, não resisto a tirar um print do modelo e guardá-lo na pasta #comousar. Que nunca mais abrirei, se mantiver o que faço hoje. Então, por que??

Acredito que como o digital não ocupa espaço físico, acabei uma acumuladora como aqueles que se vê na Netflix, com a casa tomada até o teto de coisas absolutamente inúteis que o morador acredita serem de extrema importância (o tal do "E se um dia precisar?").

Olha, me espantei com o tamanho da encrenca. Meu sonho sempre foi reler e reorganizar melhor tudo, só que essa tarefa, com esse volume de artigos, envolveria tempo e um trabalho e tanto!

Então, como fico? Revejo algumas pastas que considero mais importantes? Deleto tudo sem ver (já aviso que não consigo pensar nisso 😄), ou deixo quieto e rezo para lembrar que tenho boas dicas guardadas para "aquele problema" em particular?
Hmmm, acho que vou ficar com a reza...

--------------xxx--------------

PS:
E olha só, depois de escrever fui pesquisar sobre o assunto e descobri que existe mesmo o nome "acumulador digital" e é algo mais comum do que imaginava. Os artigos focam no uso completo da memória dos celulares (meu acúmulo é no computador) e dizem que "56% dos entrevistados afirmaram que recebem mensagens de alerta por falta de memória." Fonte (1)


E agora que sei que isso é considerado um distúrbio, e não é uma simples ânsia por informação, juro que estarei destralhando meu micro a partir de hoje. Chorando, claro... 😢

PS 2:
Trocando ideia com meu filho biólogo, doutorando em circuitos neurais, ouvi que essa questão de acúmulo digital só é realmente um problema quando:
- você quer achar um arquivo e não consegue;
- a existência de número grande de documentos/fotos/etc. lhe traz ansiedade ou desconforto;
- você guarda tudo que lhe cai às mãos, sem triagem.

Se você escolhe o que guardar, se junta somente assuntos de seu interesse e os dispõem de forma organizada, não é caso de acumulação - encaixa-se como uma forma de hobby. Ou seja, não preocupante.
Fiquei bem mais feliz agora :D

Postagens mais visitadas

Destralhe digital e real

Que incrível que é mudar os parâmetros que nos acompanharam a vida inteira, não é? Ultimamente só consigo pensar em diminuir meus pertences, exatamente o contrário do que sempre fiz.


Em Maio eu estava aqui reclamando da dificuldade que estava enfrentando para deletar arquivos no computador. Update: O destralhe digital ainda está acontecendo, mas a passos de tartaruga...
São dias e dias focada em textos, em dígitos, sentindo que estou sempre na mesma: o que eu limpei ainda é muito pouco frente ao montante de arquivos.

E acho que foi isso que me fez acordar uma manhã animadíssima para destralhar objetos.
Coisas palpáveis são muito mais fáceis de limpar, e ainda se vê claramente o resultado (ao contrário do digital).


Comecei juntando todos os meus cosméticos e afins, que estavam distribuídos por 4 lugares diferentes (olha só que coisa mais errada! 😱). Sentei no chão com eles e todos passaram por uma inspeção minuciosa:
(i) validade definida pelo fabricante,
(ii) validade do produto dep…

Dicas de presente para terceira idade - I

I- Para uma senhora idosa ativa

Pessoas mais idosas são difíceis de presentear pois os itens escolhidos têm que ser muito bem pensados para que não se tornem mais um estorvo dentro da casa ou do armário.
Vale aqui a mesma coisa que pensamos quando estamos procurando algo para alguém mais jovem: qual a rotina da pessoa? qual seu hobby? do que ela gosta mais?

Para as pessoas da terceira idade que mantém rotina agitada as opções são maiores. Sei disso porque meus pais têm quase 90 anos e são super ativos, viajam, lêem, assistem filmes. Sempre mais fácil presentear nesses casos. Com quem você tem intimidade estão liberados os itens de MODA como roupas, bolsas e sapatos. Aqui seguem ideias para presentear uma idosa ativa, porém não tão íntima para escolhermos os itens acima.


Colares
Adoro senhorinhas com muitos colares ou com peças bem coloridas. É uma época da vida em que você não tem que seguir moda, você FAZ sua moda.   Este acima seria perfeito para minha mãe, que gosta de cristais e br…

Desafio das 12 peças

Uma blogueira que gosto muito, Donna do I Don't Wear Sludge Brown, propôs um exercício muito legal, traduzido abaixo:

"Imagine que você perdeu todas suas roupas e tem que começar seu armário novamente. Terrível pensamento, eu sei.
Para efeito deste exercício, você ganhará um pacote inicial de 12 itens. Lingerie e meias são gratuitas.
Então, o que você vai escolher?
Vai comprar novas versões do que você já tinha? Ou você vai aproveitar a chance para se reinventar? Eu penso que a resposta a essas perguntas dizem muito sobre você. 


Se você disser sim para a primeira questão, certamente se sente confiante em seu estilo atual e gosta do que tem em seu armário.
Se for um não para a primeira pergunta, então... você ainda está buscando seu estilo? Você às vezes luta para conseguir colocar um outfit que lhe agrade? Você tem um guarda-roupas lotado, mas cada peça só combina com um ou dois outros itens? Você compra itens que não são práticos para seu estilo de vida? Aqui há chance de você ser…

As críticas feitas ao Método KonMari

Como em um mesmo dia li duas críticas ao método de destralhamento e organização de Marie Kondo, ficou claro que está havendo uma facção contrária à numerosa corrente que a aprova e admira.

Um post diz que o método KonMari não faz a pessoa se tornar minimalista. E a explicação é que se você opta por guardar o que faz seus olhos brilharem, pode guardar muito mais coisas além do que seria estritamente necessário e essencial para sua vida.
O outro[a foto acima é desse artigo] é ainda mais incisivo e seu link diz ser "anti-marie-kondo-joy-of-clutter". Neste caso, a autora defende não haver nada de errado em termos quartos cheios de relíquias e peças colecionáveis. E ironiza ao dizer que o processo proposto pela japonesa de se agradecer aos objetos antes de doá-los chegou a um nível acima na antropomorfização.

Não sou advogada contratada para defender a Kondo e seu método [risos], mas me senti impelida a escrever porque não concordo com nada disso acima.

Ambientes ou armários abar…

Tênis branco

Se vocês acompanham qualquer site ou blog de Moda já devem estar cansadas de saber que o tênis branco virou um hit. Ele está sendo usado com tudo: calças, saias, vestidos curtos ou longos, alfaiatarias, shorts, jeans, etc. Nesta imagem do blog Futilish se vê bem a versatilidade:

Como esse tênis é para ser calçado com aquela meia quase sem cano, baixíssima, ou sem meia alguma, acho que alguns modelos simplesmente não rolam. O All Star, por exemplo. Eu o acho lindo, mas ele acaba com os calcanhares!
Por isso achei interessante mostrar esta opção aqui:
Tênis Corello por R$220.
Lindinho e parece ser bem macio pois tem calcanhar e entorno do pé acolchoado. Além de ser um modelo bem feminino e totalmente street (ou seja, nada a ver com tênis específico para academia), o que é obrigatório para se fazer bonito nessa moda.
E aí, gostou? Já tem o seu?